sexta-feira, 11 de maio de 2007

Adorar apenas a Deus Pai


Estamos no mês de Maria. São muitos os peregrinos que estão a caminho de Fátima. Rezemos por eles.

Há, no entanto, uma questão que não deve ser esquecida. Maria dá-nos um exemplo magnífico com a sua mansidão, humildade e generosidade, mas não nos podemos esquecer que, como diz o primeiro mandamento:"Adorar apenas a Deus". A própria Maria disse nas Bodas de Canaa: "Fazei tudo o que Ele vos disser". Ela intercede por nós e dá-nos um bom exemplo de como se deve dizer "sim" a Deus Pai, mas não é Deus. Sem Ele não consegue fazer nada. Os milagres são de Deus. Maria apenas intercede. Aliás, quem diz Maria, diz também todos os santos.Não pensem que estou a menosprezar Nossa Senhora e os santos. Não! Como disse, ela é um óptimo exemplo para seguirmos o caminho de Jesus Cristo.

Só chamo a atenção para esta questão, porque vejo muitas pessoas - muitas por desconhecimento das Escrituras, outras de forma inconsciente - que louvam mais Maria do que Jesus, tratando-a como se fosse Deus Pai. O mesmo acontece com os santos. As pessoas agradecem a Maria e aos santos por terem alcançado determinada graça, mas esquecem-se que o agradecimento também deve ser dado a Deus Pai. Afinal, Ele é que ouviu as suas intercessões e foi quem nos deu a graça. Por que razão há-de ser esquecido?

Olhemos para Maria e para os santos como os nossos ajudantes e os ajudantes de Deus Pai. Eles próprios assim o diziam, por palavras e acções. Não os estamos a reduzir ou a menosprezar por o fazermos. Estamos apenas a seguir a vontade de Deus Pai: "Adorar apenas a Deus!"

1 comentário:

Paulo de Tarso disse...

Olá Maria João!
Tocaste no ponto certo... mas é assim que vai o cristianismo dos portugueses. Já não se adora Zeus ou Vénus ou Marte como na antiguidade... os nomes mudaram, mas o paganismo continua. Agora é o S. Bentinho, é a Santinha de Fátima ou a do Sameiro... e Cristo não faz falta porque eles até são mais poderosos e não vêm lá com tretas de amar o próximo ou conversão pessoal e renovação do mundo... basta umas rezas, esmolas e sacrifícios e 'tá tudo pago!
E os senhores da Igreja... não dizem nada?!