domingo, 24 de junho de 2007

Bons e maus momentos

Esta história é real. Foi contada por uma pessoa amiga.


Um grupo de amigos estão a jantar e no meio da conversa surge a questão de acreditar em Deus. Há alguém que diz que não acredita. Por que haveria de o fazer? Uma das amigas, que é cristã, fica indecisa se deve falar-lhe de Deus ali naquele momento. Não por ter vergonha, mas por que não sabe se é o lugar mais exacto para transmitir a Sua Palavra. Infelizmente, ao fim de uma horas a pessoa que dizia não acreditar, morre num acidente.

Todos nós temos esta dúvida nos mais variados momentos. Esta história dá que pensar. Será que podemos pensar em momentos bons e maus para falar do Pai?

1 comentário:

Fa menor disse...

Eu acho que todos os momentos são bons para se falar e dar testemunho de Deus, sem medos.
É no mundo, no meio das pessoas que nos rodeiam, que temos a obrigação de testemunhar a nossa fé. Porque não se acende uma luz para se colocar debaixo da mesa, mas para alumiar na escuridão.
Que não tenhamos, pois, medo de dar testemunho da Luz onde quer que nos encontremos, onde se mostrar pertinente.

Fa-