quarta-feira, 25 de abril de 2007

TARDE VOS AMEI


Tarde Vos amei, ó Beleza sempre tão antiga e tão nova, tarde Vos amei! Estáveis dentro de mim e eu estava fora, e aí Vos procurava; estáveis comigo e eu não estava convosco. Retinha-me longe de Vós aquilo que não existiria se não existisse em Vós. Mas Vós me chamastes, clamastes e rompestes a minha surdez. Brilhastes, resplandecestes e curaste a minha cegueira. Exalastes o Vosso perfume: respirei-o e agora suspiro por Vós. Saboreei-Vos, e agora tenho sede e fome de Vós. Tocastes-me, e comecei a desejar ardentemente a Vossa paz.

(Santo Agostinho, Confissões)

Quantas vezes buscamos fora de nós o que se encontra no nosso íntimo? Quantas vezes tentamos alcançar o que nos alcaçou primeiro?

3 comentários:

Cátia disse...

Meu Querido,

Sabes (ou imaginas) o quanto estas palavras me tocaram, sabes o quanto me identifico com elas... Andava fora... mas Ele estava no meu intimo. E calmamente começo a ve-lO, a senti-lO.

Agradeço a Deus por me acordar de sono tao pesado, mas agradeço também por ter pessoas lindas ao meu lado como tu. Agradeço-Lhe por te ter feito ver, por te ter chamado...

Beijinhos no teu CL.

Filhos do Imac. Coração de Maria disse...

As belas palavras de santo Agostinho sempre tocam fundo no nosso coração...e nos fazem sentir ainda mais este amor de Deus...
Que Deus os abençõe sempre!

elsa nyny disse...

Ohh! PCL!!
Que lindo!
Eu..."cedo Vos amei", mas era mais um amor egoísta, é verdade! Agora esse amor é muito mais vivido, porque deixou de ser egoísta e assim todos o podem ver!!

beijinhos meu querido Pcl!!!
:)