sábado, 21 de abril de 2007

AMOR

O amor subsiste por si mesmo, agrada por si mesmo e por causa de si mesmo(...) Amo porque amo; amo para amar. Grande coisa é o amor (...) Deus, quando ama, não quer outra coisa senão ser amado: isto é, não ama por outro motivo senão para ser amado, sabendo que o próprio amor torna felizes os que se amam entre si (...) Como pode então o Amor não ser amado?

(São Bernardo, Sermões)

Meus queridos, São Bernardo fala-nos aqui belamente sobre o Amor de Deus, procuremos responder ao Amor louco de Deus que por nós se fez homem para que o homem aspirasse a esta plena comunhão de amor com Ele.

3 comentários:

elsa nyny disse...

Amor, amor, amor, amor de Deus!!!
Foi assim o meu dia, cheinho de amor!
Quando alguém muito especial me diz em plena igreja á frente de quem quis ouvir e de Deus, que não tem problemas de dizer que me ama!!
Isso é amor!!!

Agradeço a Deus tantoo amor!!!

Beijinhos pe.cl

Cátia disse...

Querido,

Amor... mar porque sim, porque se quer, porque se sente... Amar com Ele e por Ele...

Adoro todo o amor transmitido, toda a atenção, todo o carinho...

beijinho grande

Lia disse...

Parabéns aos três autores desta iniciativa!!!
Quero acompanhar o crescimento deste grande AMOR, e que Ele "arregace as mangas", "quebre todas as barreiras" e seja vivenciado por todos os que vos visitam...
Na minha paróquia está a decorrer a semana da Oração pelas Vocações, com a presença da "Lamparina Vocacional" que já percorreu toda a vigararia desde 25 de Março. Não esqueçam orar também para que a Igreja tenha muitas e santas vocações, porque... A Seara é grande e poucos os operários...
Um abraço forte. Lia