sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Espero-te, mar...




Espero-te mar,
Em cada manhã.
Não importa
se verde ou azul,
beijado do sol
ou coberto de lã.

Espero-te, mar,
No pino do dia.
Não importa,
se ferves dourado,
ou gelado de frio.

Espero-te, mar,
No cair da tarde.
Não importa
se hóstia de pão,
nimbada de tule
que vai a deitar.

Um dia,
Se eu não aparecer,
espera por mim...
Eu hei-de voltar!...

7 comentários:

Sandra Dantas disse...

Que lindo!!!
Continua a esperar, a esperança é um grande dom!

Um abraço amigo!

lurainbow disse...

psiuuuu anda dai , hoje há festa lá no blog :))
Despaxa-te olha que os smarties , xupa-xupas , chocolates e gelatinas acabam ;)
Beijinhos cheio de cores e... OBRIGADO

Gu-Gu , dá , dá lol

Depois passo com tempo para te ler , estou com saudades de o fazer . Hoje pouco tempo , tenho k convidar e leva-los para a festa :))
Bora anda dai . YUPIIIIIII

multiolhares disse...

Deus sempre nos acompanha e espera por nós
beijos
luna

Blueshell disse...

Regressei...de vez...acho!
Um beijo azul cristalino...
BlueShell

Blueshell disse...

Regressei...de vez...acho!
Um beijo azul cristalino...
BlueShell

Eärwen Tulcakelumë disse...

Na mais lindo do que termos em nós o AMOR maior, que é o AMOR de Deus.

Pérolas incandescentes de luz!

Eärwen

Jose Gonçalves disse...

Olá Zita

Venho desejar-te um bom domingo e aproveito para te dizer que não espero por ele, pela simples razão de que o trago sempre comigo.
Oportunamente, enviar-te-ei, se mo permitires uma foto que penso gostarás.
Um abraço
José Gonçalves