domingo, 30 de setembro de 2007

A pedido de Elsa Niny, escrevi este poema sobre Darfur, para ajudar-mos Darfur, para pressionarmos a Comunidade Internacional que parece que só quer ir resolver conflitos onde há interesses. Reflictam sobre esta mensagem e ajudem por favor. Se todos ajudarmos e pressionarmos será mais fácil este povo sofrido ultrapassar esta situação onde se há genocídio e o mundo parece que assiste impávido e sereno.
E se estivessemos nós a viver um drama semelhante a este?


como podemos estar bem,
se em Darfur a guerra persiste!
será que não há ninguém,
que a esta gente assiste!

aquelas tristes crianças,
que não têm que comer,
vamos nós ficar com estas lembranças,
e nos ficamos pelo falar e escrever.

aquelas crianças,
não têm escola,
não podemos das nossas finanças!!!
retirar parte e dar uma esmola!!!?

crianças, adultos e idosos,
sofrem com este drama,
perpetuado por escandalosos,
e vivem este triste panorama.

por Darfur vamos fazer pressão,
à Europa e Estados Unidos,
para resolverem esta situação,
e que outros conflitos não sejam permitidos.



chãs de tavares, 30 de setembro de 2007, joão oliveira

4 comentários:

Alichín disse...

Parece mentira, pero estos post humanitarios, sensitivos y ¡Tan importantes y necesarios! tienen, por lo general, pocas respuestas. Pareciera que tenemos miedo de tender una mano a favor de quienes más sufren y más nos necesitan. ¡Por amor de Dios, pongamos nuestro granito de arena!
Felicito esta iniciativa de caridad internacional.

Maria João disse...

Vamos ajudar o Darfur! EStejam atentos ao que se passa em www.pordarfur.org.

Não desistamos por mais barreiras que nos apareçam!

beijos em Cristo

reikiaduo disse...

Podemos estar bien y debemos estar bien, la vida no meece que le hagamos el desprecio de no agradecerla

Darfur es una tragedia, pero, de hecho, sólo quienes no están sintiendo gratitud por su propia vida pueden valorar tan poco la vida de otros seres humanos

elsa nyny disse...

João!

Lindo o poema feito do teu sentimento!!

Beijinhos!!!