quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

A melhor oração é a vida...

Todos conhecemos os três Reis Magos. Mas nem todos sabem a História de Artaban, o quarto Mago, que passou a vida à procura de Jesus e só o encontrou quando Ele estava a ser crucificado. É uma lenda linda que nos revela uma criatura cheia de bondade e de fé que também viu a estrela brilhar sobre Belém, mas sempre chegava atrasado aos lugares onde Jesus poderia estar, porque encontrava pobres e miseráveis a precisar da sua ajuda.
Primeiro desencontrou-se de Melchior, Gaspar e Baltasar, porque lhe apareceu um homem meio morto no caminho, a quem o coração lhe pediu para ajudar.
Chegado a Belém, teve de comprar a vida de uma criança que estava para ser assassinada, às ordens de Herodes, dando ao soldado que a encontrara uma das pérolas que levava para oferecer ao Menino Jesus.
Sabendo que José e Maria tinham fugido para o Egipto, pôs-se a caminho mas Jesus havia regressado a Nazaré. Quis ir adorá-lO mas um escravo que ia ser levado à força para as Galés e Artaban achou que era melhor oferecer-se para esse trabalho.
Depois de trinta anos de trabalho forçados chega a Jerusalém. É tarde demais, o menino já se transformou em homem e está sendo crucificado naquele dia.
O rei havia comprado pérolas para Cristo, mas precisou vender quase todas para ajudar as pessoas que encontrou no seu caminho.
Sobrou apenas uma pérola – e o Rei Mago pensa com ela comprar a libertação de Jesus. Mas encontra uma mulher aflita a ser levada por uns homens. E salvou-a, oferecendo uma pérola aos atacantes.
Agora já nada mais pode fazer. Nem uma pérola lhe resta para resgatar Jesus.
- Falhei a missão da minha vida – pensa o rei mago.
Mas nesse momento, escuta uma voz:
- Ao contrário do que pensas, tu estiveste comigo durante toda a tua vida. Eu estava a morrer e tu me resgataste. Tu livraste me da morte quando acudistes àquelas pessoas necessitadas. A tua caridade para com os pobres foi a melhor pérola que me podias dar. Muito obrigado por tantos presentes de Amor!
É provável que esta história não passe de lenda. Mas revela-nos que todos podemos ser Reis Magos se vivermos em caridade para com os irmãos necessitados.

Ventura Pinho

3 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

Cristo não precisa de presentes! Precisa de futuros! Mais democráticos, claro1

Valdemir Reis disse...

Olá.
Estou visitando, parabenizo pelo relevante trabalho, também já sou seu seguidor. Aproveito para compartilhar a seguir de Santo Agostinho: “Ama e faz o que quiseres. Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor. Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos. Aquele que tem caridade no coração tem sempre qualquer coisa para dar.” Votos de um excelente final de semana. Muitas bênçãos, paz, saúde e proteção. Fique com Deus.
Valdemir Reis
http://jesuslouvoreadoracao.blogspot.com/

danielacristofoli disse...

Parabéns!